Em assembleia realizada na noite desta terça-feira (04/08) os professores da Fundação ABC receberam a informação de que o salário atrasado de junho será pago em duas parcelas em agosto (50% no dia 10 e o restante até o final do mês). A notícia foi apresentada pelo Sindicato dos Professores do ABC (SINPRO ABC) que cobrou uma posição imediata da reitoria da Fundação com relação ao pagamento.
De acordo com o diretor financeiro do SINPRO, Aloísio Alves da Silva, que presidiu a mesa, “a assistência jurídica do sindicato entrou com uma ação de cumprimento, exigindo o pagamento de juros, multas e as férias de julho em dobro, que também tiveram atraso e foram pagas em parcelas”. A audiência está marcada para setembro.
Já sobre a revogação da demissão de 18 professores e quatro funcionários, Aloísio Alves afirmou que “segundo a reitoria, somente o Conselho Diretor da Fundação Santo André poderá reverter essa decisão”. O SINPRO ABC, no entanto, está em diálogo permanente com o Conselho para que as demissões sejam revogadas.
No próximo dia 10 foi proposta uma reunião entre o presidente do Sindicato, José Jorge Maggio, quatro representantes dos professores, escolhidos na assembleia, e a reitoria da Fundação e no dia 11 eles devem se reúnem com o conselho para apresentar a proposta de reintegrar os demitidos.
No encontro realizado ontem no auditório da FAFIL (Faculdade de Filosofia), os professores rejeitaram a possibilidade de greve apresentada pelo sindicato, mas decidiram estar em assembleia permanente para informar sobre as propostas e juntos definirem os rumos do movimento.


Questionamento
Uma das perguntas feitas pelo SINPRO ABC é sobre o pagamento dos salários de agosto, já que a reitoria da Fundação alega problemas financeiros. Lembrando que neste mês será efetuado o vencimento de junho. De acordo com a direção do sindicato, a entidade está em alerta mobilizando a categoria, caso o salário de agosto não seja pago até o quinto dia útil do mês (08/09).

Redação SINPRO ABC
Jornalista: Sérgio Corrêa – Mtb 19065


Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Mais Lidas