O Sesi e o Senai de São Paulo trocaram a operadora do plano de saúde dos professores e empregados não docentes, sem aviso prévio e sem permitir que eles opinassem sobre a mudança.
 
Está certo? Uma empresa tem o direito de dispor desse modo da saúde de seus funcionários?
 
Se você não concorda com essa situação, manifeste-se. Assine e divulgue a petição pública disponível na internet.
 
Endereço da petição pública para fazer o link:    http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/10609

Fonte: FEPESP