O Sindicato dos professores do ABC realizou nesta sexta-feira (15), uma atividade da campanha salarial, no SESI da estação Prefeito Saladino, em Santo André. O objetivo do movimento foi esclarecer à comunidade sobre as negociações salariais e o desrespeito com que Paulo Skaf, presidente do “Sistema S”, vem tratando a categoria. Além disso, os sindicalistas falaram sobre os oito milhões de reais que Skaf gastou com propaganda para custear a campanha pessoal e eleitoreira “não vou pagar o pato”.  Ele tem sido um dos protagonistas e defensores do golpe pró impeachment da presidenta Dilma Roussef.

Já colocamos na mesa uma pauta de reivindicações das professoras e professores do SESI/SENAI. Na primeira rodada de negociações (no dia 24 de fevereiro), foram apresentadas as cláusulas do acordo coletivo que defendemos a manutenção, além das cláusulas não financeiras de nossas reivindicações. As reivindicações de questões econômicas, como o reajuste do seu salário, serão debatidas nas próximas rodadas.

Mais Lidas