Movimentos estudantis, entidades sindicais da rede pública e privada e acadêmicos estiveram juntos nesta terça-feira (9/08) na “1ª Plenária Estadual de Educação”, organizada pela Federação dos Professores do Estado de São Paulo (FEPESP), com o apoio do Fórum Estadual de Educação (FEE).

Com o tema “Em defesa da educação e da democracia”, o encontro teve como principal objetivo aprofundar o entendimento das principais questões que afetam o setor na conjuntura político-econômica atual e organizar a ação das entidades envolvidas na defesa de critérios democráticos no ensino, tanto dos profissionais da área quanto dos estudantes.

A missão de organizar a edição estadual da plenária em São Paulo ficou nas mãos da FEPESP após um encontro nacional chamado pela CONTEE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino). Para Conceição Fornasari, diretora da Federação, a presença de 23 entidades tão diversas entre si evidencia a necessidade do debate de diferentes temas e da unidade para falar de educação.

“O momento é de combater qualquer tipo de golpe: no âmbito político, econômico e social, mas também na educação. O golpe que estamos vivenciando hoje não está longe, em Brasília, e ferirá de morte os movimentos sociais”, disse.

A defesa da educação pública de qualidade, a regulamentação do setor privado, o fortalecimento de espaços coletivos, como o FEE, e a defesa da democracia foram alguns dos temas levantados durante a “1ª Plenária Estadual de Educação”.

Como resultado do encontro, um Comitê de ação reunindo as entidades presentes foi formado e um documento será divulgado pela FEPESP nos próximos dias.


Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Mais Lidas