O Sindicato dos professores das escolas particulares do Grande ABC entrou com uma Ação Judicial Coletiva contra a Caixa Econômica Federal (CEF) em decorrência das perdas ocorridas no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), desde 1999, que podem chegar a 88,3%.

Essas perdas aconteceram devido à defasagem da Taxa Referencial (TR) em relação à inflação desde os anos 90.

Entre 2014 e 2015 o departamento jurídico do SINPRO ABC recebeu a documentação dos (as) filiados (as) para que a ação coletiva fosse ajuizada. Atualmente o processo está aguardando o parecer da justiça.

Esta ação é exclusiva para os/as sócios/as do SINPRO ABC.


Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Mais Lidas